Diretor de Moon Knight diz que Mulher Maravilha 2 foi uma desgraça


Warner Bros.

O diretor do Moon Knight diz que a Mulher Maravilha 1984 no Egito “foi uma desgraça”. “O Egito parecia um país da Idade Média”.

Diretor Decepcionado

O diretor do Moon Knight, Mohamed Diab, chamou Mulher Maravilha 1984 de “vergonha” para as cenas ambientadas no Egito.

Contudo, o roteirista egípcio, que está ao leme da próxima série da Marvel sobre a Disney+, falou sobre como está decepcionado com a representação do cinema ocidental de seu país.

Sempre Exagerados

Sendo assim, em uma entrevista com a revista SFX, Diab abriu sobre como era importante que a mitologia egípcia antiga fosse incluída no Moon Knight e retratada com precisão na tela.

“No meu discurso, havia uma grande parte sobre o Egito, e como inautenticamente ele foi retratado ao longo da história de Hollywood”, disse ele à publicação.

Dessa forma, “É sempre exótico – chamamos-lhe orientalismo”. Ele nos desumaniza. Estamos sempre nus, somos sempre sexy, somos sempre maus, estamos sempre exagerados”.

Warner Bros.

Péssimo Exemplo

Contudo, o diretor de Moon Knight deu a Mulher Maravilha de Patty Jenkins 1984 como um exemplo de como o Egito tem sido mal representado na tela.

Sendo assim, na sequência de Mulher Maravilha, Diana e Steve viajam ao Egito, onde uma das maiores sequências de ação do filme acontece.

Diab explicou: “Você nunca vê o Cairo. Você sempre vê a Jordânia filmada para o Cairo, Marrocos filmada para o Cairo, às vezes a Espanha filmada para o Cairo. Isto realmente nos irrita.

Dessa forma, “lembro-me de ver Mulher Maravilha 1984 e houve uma grande sequência no Egito e foi uma vergonha para nós. Você tinha um xeique – isso não faz nenhum sentido para nós. O Egito parecia um país da Idade Média. Parecia o deserto”.

Disney+

Dessa forma, na série Moon Knight da Marvel/Disney+, as crenças egípcias antigas sobre deuses e maldições desempenham um papel importante na história da origem do personagem titular.

Diab quis traduzir isto para a tela de forma realista, e acrescentou: “[É] parte do programa porque faz parte da história em quadrinhos”. É parte de como ele obtém seus poderes. Está enraizado nele”.

“Havia definitivamente espaço para brincar [no Moon Knight] mas mantê-lo o mais autêntico possível, no reino da fantasia”. Mesmo nos gibis originais eles fizeram um grande trabalho de pesquisa e tentativa de tornar o Egito autêntico”.

Contudo, Moon Knight estará disponível na Disney+ a partir de 30 de março

Veja Também

Pânico 6 ganha data de lançamento oficial

Avatar 2 vai ter seu trailer apresentado no filme do Doutor Estranho 2

Jared Leto diz que Tron 3 está muito perto de sair

Por fim, gostaram deste artigo? Deixem seus comentários e compartilhem com seus amigos.

5/5 - (4 votes)